COVID-19 – O Ministro da Saúde da Polónia apresenta novas restrições em vigor desde 1 de dezembro de 2021. Lista de alterações

O Ministro da Saúde, Adam Niedzielski, apresentou um pacote de alerta de restrições devido ao surgimento de uma nova variante do coronavírus. O regulamento estará em vigor de 1 a 17 de dezembro.

O primeiro elemento é a selagem das fronteiras. Está a ser emitida uma proibição de voos para sete países africanos, entre os quais, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Moçambique, Namíbia, África do Sul e Zimbabué, sendo países que foram identificados pelo ECDC como países de risco particular.

As pessoas que regressam destes países, por qualquer via, terão a sua quarentena prolongada para 14 dias. Não há possibilidade de libertação de tal quarentena ao apresentar teste negativo de COVID-19.

Alteração das regras para viajantes para a Polónia provenientes de países não-Schengen. A quarentena é prolongada de 10 para 14 dias, e a libertação da quarentena pode ter lugar a partir do oitavo dia após o teste PCR.

As pessoas plenamente vacinadas com vacinas reconhecidas na União Europeia que chegam de fora do espaço Schengen não estão sujeitas a quarentena.

Alteração dos limites de permanência das pessoas em vários tipos de instalações e de participação em eventos. O limite existente de ocupação de 75% é alterado para 50%. A alteração aplica-se à restauração, hotéis, cultura, ou seja, cinemas, teatros, casas de ópera, filarmónicas, centros culturais, concertos, espetáculos circenses, igrejas e instalações desportivas, tais como piscinas, aquaparques.

Haverá uma mudança no limite de pessoas em reuniões e celebrações, onde atualmente podia encontrar-se 150 pessoas. O novo limite é de 100 pessoas. Esta regra aplica-se a festas de casamento, comunhões e discotecas.

Haverá também maiores restrições aos eventos desportivos realizados fora dos recintos desportivos. Atualmente, o limite nestes eventos é de 500 pessoas. Conforme novas regras serão 250 pessoas.

Haverá também maiores restrições nos ginásios e outros locais. Até agora, instalações como ginásios, clubes, centros de fitness e museus tinham um limite de uma pessoa por 10 m2, agora será uma pessoa por 15 m2.