ESCLARECIMENTO ADICIONAL QUANTO A QUARENTENA E ISENÇÕES NO REGRESSO E ENTRADA NA POLÓNIA

 
 
A obrigação de quarentena no regresso / entrada na Polónia para os cidadãos da UE, refere-se a quem viaja de transporte coletivo (avão, comboio, autocarro, etc.) e não transporte individual, p. ex. carro próprio.
• diplomatas
• estudantes e alunos de escolas polacas que tem residência permanente fora da Polónia
• “pessoas que passam a fronteira estadual constituindo fronteira interna na acepção do art. 2 ponto 1 do Regulamento (UE) 2016/399 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 9 de março de 2016, sobre o código de regras da UE que rege a passagem de pessoas pelas fronteiras (Código das Fronteiras Schengen), no âmbito da atuação profissional, negócios ou atividades lucrativas na República da Polônia ou em um país vizinho.”
• “cidadãos dos estados membros da União Europeia, estados membros da Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA) – partes no acordo sobre o Espaço Económico Europeu ou a Confederação Suíça e seus cônjuges e filhos, a fim de viajarem através do território da Polónia para o seu local de residência ou de estadia (válido de 30 de Dezembro , 2020 .)” – assim parece que não basta os cidadãos portugueses serem residentes na Polónia para estarem isentos da quarentena, é preciso comprovarem o seu regresso/entrada na Polónia por motivos profissionais ou de educação – caso tiverem informação contrária, digam.
 
 
“Estão isentos da obrigação de entrar em quarentena, entre outros as seguintes pessoas:
1) pessoas vacinadas contra COVID-19, ou seja, pessoas que receberam um esquema de vacinação completo de 2 doses (pessoas que receberam apenas a primeira dose estão consideradas em processo de vacinação e não foram vacinadas na acepção do regulamento do Conselho de Ministros),
2) pessoas com teste negativo para SARS-CoV-2.
Quando isenção da quarentena, os resultados dos testes de antígeno e RT-PCR (molecular, genético) são respeitados , ou seja, os testes realizados com os métodos indicados nos critérios laboratoriais contidos na atual Definição de Caso COVID-19 de 31 de outubro de 2020 https://www.gov.pl/web/gis/definicja-przypadku-covid19-na-potrzeby-nadzoru-epidemiologiczne-nad-zakazeniem-wirusem-sars-cov-2-definicja-z-dnia- 31102020 –
No entanto, resultados negativos de anticorpos anti-SARS-CoV-2 (testes sorológicos e de cassete) não isentam da obrigação de entrar em quarentena.
Teste para SARS-CoV-2:
• no momento de passar a fronteira com a Polônia, o resultado do teste não pode ter mais de 2 dias a partir do momento de obtenção do resultado do teste,
• deve ser realizado no exterior antes de retornar / entrar na Polônia (o teste realizado na Polônia antes de ir para o exterior, não libera da quarentena ao retornar do exterior, se 2 dias se passaram desde obtenção do resultado),
• a realização de um teste comercial após a entrada na Polónia não isenta da obrigação de quarentena.”